Archive for dezembro, 2009


Desejo

“Desejo primeiro, que você ame, e que amando, seja também amado.
E que se não for, seja breve em esquecer e esquecendo não guarde mágoa.
Desejo pois, que não seja só, mas que se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que tenha amigos, que mesmo maus e inconseqüentes,
sejam corajosos e fiéis
E que pelo menos num deles, você possa confiar sem duvidar,
E porque a vida é assim, desejo ainda que você tenha inimigos;
Nem muitos, nem poucos, mas na medida exata para que
Algumas vezes você se interpele a respeito de suas próprias certezas
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiadamente seguro.

Desejo depois que você seja útil, mas não insubstituível, útil.
E que nos maus momentos, quando não restar mais nada,
Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.
Desejo ainda que você seja tolerante; não com os que erram pouco,
Porque isso é fácil, mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância, você sirva de exemplo para os
outros.

Desejo que você sendo jovem, não amadureça depressa demais,
E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer.
E que sendo velho não se dedique ao desespero.

Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e é preciso
Deixar que eles escorram entre nós.

Desejo por sinal que você seja triste; não o ano todo,
Nem um mês, apenas um dia.
Mas que nesse dia você descubra que o riso diário é bom; riso habitual é
insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra, com o máximo de urgência,
Acima e a despeito de tudo,
Que existem oprimidos, injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.
Desejo ainda que você afague um gato, alimente um cão
E ouça o joão-de-barro erguer triunfante o seu canto matinal.
Porque assim, você se sentirá bem por nada.

Desejo também que você plante uma semente, por mais minúscula que seja,
E acompanhe o seu crescimento, para que você saiba de quantas muitas vidas
é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro, porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano ponha uma porção dele
Na sua frente e diga. “Isso é Meu”.
Só para que fique bem claro, quem é dono de quem.

Desejo também que nenhum dos seus afeitos morra, por ele e por você,
Mas que se morrer, você possa chorar sem se lamentar e sofrer sem se
culpar.

Desejo por fim que você sendo um bom homem, você tenha uma boa mulher,
e que sendo uma mulher, tenha um bom homem.
E que se amem hoje, amanhã, no dia seguinte,
E quando estiverem exaustos e sorridentes, ainda tenham amor para
recomeçar.

E se tudo isso acontecer,
Não tenho mais nada a desejar. ” (Victor Hugo)

Anúncios

queridos amigos,
dentro de uma rede como a internet,onde perde-se tanto tempo com futilidades,egocentrismo e propagandas comerciais,encontramos obras-primas
como essas:”o homem e seus símbolos”,de carl jung e “o poder do mito,de joseph campbell”;
reflitam sobre isso:vamos utilizar esse meio de comunicação de forma mais construtiva para todos,vamos trocar mais informações,compartilhar o que sabemos,seja qual for a área ou o conhecimento.o que vale é a boa intenção.
tenham uma semana abençoada e para os heróis que se aventurarem nessa jornada oferecida por essas duas pérolas do auto-conhecimento,uma boa leitura!
namastê,Miguel Costa
http://www.scribd.com/doc/13158735/Carl-g-Jung-o-Homem-e-Seus-sImbolos
http://www.esnips.com/doc/109f7a4d-02f6-40ad-b66e-9ee53c9d3a0c/Joseph-Campbell—O-poder-do-mito

O mundo ao seu redor é um reflexo
um espelho que mostra quem voce é
O que voce acha de bom nos outros
está também em voce
Os defeitos que voce encontra nos outros
são os seus defeitos também
Afinal, para reconhecer algo, vc tem que conhece-lo
As potencialidades que vc vê nos outros
são possíveis também para voce
A beleza que voce vê ao seu redor
é a sua beleza
O que vc vê nos outros lhe mostra vc mesmo
Veja o melhor nos outros
e voce será uma pessoa melhor
Doe aos outros e estará doando a si mesmo
Aprecie a beleza e voce será belo
Admire a criatividade e vc será criativo
Ame, e voce será amado
Procure compreender e será compreendido
Ouça e sua voz será ouvida
Ensine, e vc aprenderá
Mostre ao espelho sua melhor face
e voce
ficará feliz com o que verá no mundo ao seu redor!

Essência

Não me interessa o que você faz para viver.
Eu quero saber aquilo que você mais deseja, e se ousa sonhar satisfazer os anseios do seu coração.

Não me interessa quantos anos você tem.
Eu quero saber se você se arriscará parecer tolo por amor, por seus sonhos, pela aventura de estar vivo.

Não me interessa que planetas estão quadrando a lua.
Eu quero saber se você atingiu o centro de sua dor, se foi aberto pelas traições da vida ou se tornou encolhido e fechado pelo medo de dores mais profundas!
Eu quero saber se você pode se sentar com a dor, minha e a sua própria, sem tentar esconder, dissipar, ou remediar essa dor.
Eu quero saber se você pode estar com a Alegria, minha e a sua própria, se pode dançar com loucura e deixar o êxtase preenchê-lo até as pontas dos pés e das mãos, sem alertar-nos para sermos cuidadosos, realistas ou lembrar-nos das limitações de sermos humanos.

Não me interessa se a história que você está me contando é verdadeira.
Eu quero saber se você consegue desapontar o outro para ser verdadeiro com você mesmo, se pode suportar a acusação de traição e não trair a sua própria alma.
Eu quero saber se você consegue ser descrente e, assim, confiável!
Eu quero saber se você consegue ver a beleza mesmo quando não são belos todos os dias, e se você consegue alimentar sua vida através dessa presença.
Eu quero saber se você pode conviver com o fracasso, seu e meu, e ainda erguer-se à beira do lago e gritar para o prateado da lua, “Sim”!

Não me interessa saber aonde você viveu ou quanto dinheiro você tem.
Eu quero saber se você consegue se levantar após uma noite de mágoa e desespero, abatido e machucado até os ossos, e fazer o que dever ser feito pelas crianças.

Não me interessa quem você é ou como chegou aqui.
Eu quero saber se você permanecerá no centro do fogo comigo sem recuar.

Não me interessa onde ou o que ou com quem você estudou.
Eu quero saber o que te sustenta internamente quando todo o resto desmorona. Eu quero saber se você consegue ficar sozinho consigo mesmo.
E se você realmente gosta de sua companhia nos momentos vazios.

Sonhador da Montanha Oriah, Ancião Índio, maio de 1994

Hoje levantei pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia-noite. É minha função escolher que tipo de dia terei hoje.
Posso reclamar que está chovendo ou agradecer as águas por levarem a poluição. Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.
Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido.
Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho. Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a DEUS por ter um teto para morar.
Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades. Se as coisas não saírem como planejei, posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.
O dia está na minha frente, esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.
Tudo depende de mim …

(Charles Chaplin)

A diferença entre amor e apego.

Quando cortas a flor para ti,
começa a perdê-la
Pq murchará em tuas mãos
e não se fará semente.

Quando aprisionas o pássaro
para ti, começas a perdê-lo
Pq ele não mais cantará
no bosque para ti.

Quando guardas teu dinheiro
começas a perdê-lo
Pq o dinheiro não vale por si,
mas pelo que se pode fazer com ele.

Quando não arriscas tua liberdade para tê-la,
começas a perdê-la,
Pq a liberdade que tens se comprova
quando te atiras optando e decidindo.

Quando não deixas partir o teu filho
para a vida, começa a perdê-lo,
Pq nunca o verás voltar livre e maduro.

Não existe preço para a Liberdade,
mas uma recompensa para quem a
utiliza com desprendimento de alma
Quem Ama liberta com a certeza
da volta espontânea ao aconchego!

Aprende no caminho da vida
a paradoxal lição da experiência:
Sempre ganhas o que deixas
e perdes o que reténs.

Dentro de você, existem duas teclas poderosas: Delete e Arquive…
Use-as com sabedoria !!!
Delete: tudo aquilo que não valeu à pena, quem mentiu, quem enganou seu coração, quem teve inveja, quem tentou destruir você, quem usou máscaras, quem te magoou, quem nunca chegou a saber exatamente quem você é…

Arquive: as pessoas reais, ainda que virtuais, que cederam carinho, tempo, palavras, conselhos, a mão, o coração. Pessoas que, de um jeito ou de outro, ajudaram você a ser um pouco melhor, que te fizeram crescer em sabedoria e sentimentos, que te deram amor de verdade.

AISHA

Querem encontrar à Cristo?

Algumas perguntas que sempre tive e que atualmente foram respondidas, não como respostas definitivas mas porque sinto ter feito as perguntas verdadeiras.

“As respostas apontam para trás. As perguntas, para frente.”
Justein

Querem encontrar à Cristo? Olhem nos olhos do teu próximo. Mt 25

Querem levar Jesus para almoçar em sua casa? Então levem os mendigos para almoçar em sua casa. Lc 12:13-14

Querem dar umas roupas bonitas para Jesus? Dê na noite de frio os seus melhores agasalhos e edredons. Mt 25

Querem seguir os mandamentos de Deus? Ame o próximo com a ti mesmo. E só. Gl 5:14

Querem dar um copo de água para Jesus beber? Leve água para os nordestinos sedentos. Mt 25

Querem fazer um jejum à Deus? simples. Reparta o pão com os famitos e ajude os abandonados. Is 58:6-8

A vida cristã é simples. Nós à complicamos.

As nossas respostas sobre Cristo, são mais facilmente encontradas no presente do que no passado, onde Ele se apresenta na forma do nosso próximo.

O amor verdadeiro torna qualquer manifestação pelo próximo, não um peso, mas um toque de poesia.

Suênio Alves

Abra sua mente,rompa com seus paradigmas;desaprendendo,poderás crescer;desprogramando,conquistarás uma identidade;desconstruindo,alcançarás a liberdade de ser o dono do seu caminho.
leiam “Sem Tesão,Não Há Solução” do terapeuta reichiano Roberto Freire.
esse é o link para baixar em p.d.f.
boa leitura.
http://www.esnips.com/doc/fae9c3d0-b864-4521-856e-4d2901b66e47/Roberto-Freire—Sem-Tes%C3%A3o-n%C3%A3o-h%C3%A1-Solu%C3%A7%C3%A3o-(pdf)(rev)
outra obra do Roberto Freire,que nos ajuda a perceber como estamos cada vez mais armados,trancados dentro de nós mesmos,vivendo de forma robótica,superficial,ilusória,totalmente subjulgados pelo medo,pela culpa,pela mídia,pelos valores impostos pela cultura judaico-cristã,etc.
leiam “Ame e dê Vexame”
http://www.scribd.com/doc/8003083/Roberto-Freire-Ame-e-DVexame-rev

Leonardo Boff *

No Brasil se discute muito a questão da internacionalização da Amazônia ou a quem pertence essa rica porção do planeta Terra. Sem querer entrar nesta discussão que um dia retomarei, percebo que ela remete a outra ainda mais fundamental: a quem pertence a Terra?

Muitas são as respostas possíveis, algumas verdadeiras, outras insuficientes ou até falsas. Com certa naturalidade poderíamos responder: a Terra pertence aos humanos. Estranhamente, os humanos irromperam no cenário da evolução quando a Terra estava em 99,98% pronta. Eles não assistiram ao seu nascimento nem ela precisou deles para organizar sua complexidade e biodiversidade. Como pode lhes pertencer? Só a ignorância unida à arrogância os faz pretender a posse da Terra.

Poderíamos ainda responder: a Terra pertence aos seres mais numerosos que a habitam. Então ela pertenceria aos microorganismos – bactérias, fungos, vírus – pois constituem 95% de todos os seres vivos. Segundo o conceituado biólogo E. Wilson um grama de terra contem cerca de 10 bilhões de bactérias de 6 mil espécies diferentes. Imaginemos os quintilhões de quintilhões de micro-organismos que habitam a totalidade dos solos terrestres. Todos estes têm mais direito de posse da Terra do que nós, seja por sua ancestralidade, seja pelo número seja pela função de garantir a vitalidade do planeta.

Ou ela pertence à totalidade dos ecossistemas que servem à comunidade de vida, regulando os climas e a composição fiísico-química do planeta. Esta resposta é boa mas insuficiente porque esquece as relações que a Terra entretém com as energias e os elementos do universo.

Assim, a Terra pertence ao sistema solar que, por sua vez, pertence à nossa galáxia, a Via Láctea que, por fim, pertence ao cosmos. Ela é um momento de um processo evolucionário de 13,7 bilhões de anos,

Mas esta resposta não nos satisfaz pois ela remete a uma pergunta ulterior: e o cosmos a quem pertence? Pertence àquela Energia de fundo, ao Vácuo Quântico, ao Abismo alimentador de todos os seres, à Fonte originária de tudo. Esta é a resposta que os astrofísicos e cosmólogos costumam dar. E é correta. Mas não é ainda a última.

Cabe uma derradeira pergunta: a quem pertence a Energia de fundo do universo? Alguém poderia simplesmente responder: ela não pertence a ninguém, pois pertence a si mesma.

Mudando de registro e caindo na nossa realidade cotidiana e brutal dos negócios: a quem pertence a Terra? Ela, na verdade, pertence aos que detém poder, aos que controlam os mercados, aos que vendem e compram seu chão, seus bens e serviços, água, genes, sementes, órgãos humanos, pessoas feitas também mercadorias. Estes pretendem ser os donos da Terra e dispõem dela como bem entendem.

Mas são donos ridículos pois esquecem que não são donos deles mesmos, nem de sua origem nem de sua morte.