Ano do Coelho 

Um ano calmo, muito bem vindo e  necessário após o ano feroz do tigre. Nós devemos apagar alguns pontos, curar as nossas feridas e começar com algum descanso após todas as batalhas do ano precedente.

O bom gosto e refinamento brilharão em tudo e as pessoas reconhecerão que a persuasão é melhor do que a força. Uma época harmoniosa em que a diplomacia, as relações internacionais e a política darão um grande passo novamente. Nós agiremos com sutileza e faremos concessões razoáveis sem demasiada dificuldade.

Deve-se prestar atenção ao que se passa à sua volta. A influência do coelho tende a estragar os momentos de mais conforto despertando e relevando a eficácia e o sentido do dever.

A lei e a ordem serão as máximas deste ano; as regras e os regulamentos deverão ser cumpridos. No entanto, ninguém parece incomodar-se muito com estas realidades desagradáveis. Estão mais ocupados em se apreciar ou simplesmente a  fazer coisas fáceis. O cenário é quieto e calmo, deteriorando-se ao ponto de provocar sonolência. Nós todos teremos uma tendência para pôr de lado as tarefas desagradáveis por um período o mais longo possível.

Pode ganhar-se dinheiro sem muito trabalho. O nosso estilo de vida será lânguido e cheio de lazer. Um ano temperado com ritmo lento. Pode-nos parecer possível ser feliz sem demasiados cuidados.

Personalidade

As pessoas do Coelho são benevolentes, calmas e responsáveis. Envolvidas frequentemente com cosméticos ou remédios. Evitam o confronto sempre que possível mas mostram bravura quando é necessário.

Uma pessoa nascida no ano do coelho possui um dos mais afortunados dos doze signos animais. O coelho, ou “hare” como é designado na mitologia chinesa, é o emblema da longevidade e é dito que a sua essência deriva da lua.

Quando um ocidental olha para a lua, pode brincar e dizer que é uma bola de queijo ou contar a uma criança a história do homem na lua. Quando um chinês olha a mesma lua, vê os “hare” da lua  perto de uma rocha, prendendo o elixir da imortalidade em suas mãos.

Durante o festival chinês do meio Outono, quando a lua está no seu ponto mais encantador, as crianças na China ainda carregam as lanternas de papel iluminadas, feitas há semelhança da imagem de um coelho, e escalam os montes para observar a lua e para admirar os “hare” da lua.

O coelho simboliza a graciosidade, as boas maneiras, conselhos sadios, bondade e sensibilidade à beleza. O seu discurso delicado e maneiras graciosas preenchem todos os traços desejáveis de um diplomata bem sucedido ou de um bom político.

Do mesmo modo, uma pessoa nascida sob este signo procurará  uma vida tranquila, apreciando a paz, a quietude e um ambiente harmonioso. É reservado e artístico e possui um bom julgamento. O seu comportamento o tornará um bom aluno. Brilhará nos campos da lei, da política e do governo.

Pode parecer um pouco estranho e por vezes parecer deslocado do ambiente ou ficar indiferente.

O coelho é extremamente afortunado nos negócios. Astuto, pode sempre aparecer com uma proposta acima ou uma alternativa apropriada para benefício dele mesmo. O seu dom para os negócios, lhe assegurará uma ascensão rápida em toda a sua carreira.

Embora o coelho possa mostrar-se indiferente às opiniões dos outros, ele aprecia a crítica. Ele prefere ser interlocutor do que técnico da luta, pode iludir-se mas também pode arquitetar e fazer uso quando lhe convém. A pessoa do coelho tanto pode ser delicada com quem ama, como pode ser superficial e mesmo rude nas suas relações com os de fora. Suave e auto-indulgente, aprecia os confortos da vida e gosta de os destacar nos seus desejos. Acredita sinceramente que não custa nada às pessoas serem agradáveis e fará sempre um esforço nesse sentido.

O coelho tem uma  natureza dócil, quieta e enganadora, uma pessoa do coelho possui uma vontade forte e uma auto-segurança quase narcisista. Persegue os seus objetivos com precisão metódica mas sempre de uma maneira única. É sempre difícil avaliar corretamente os seus pensamentos.

O coelho geralmente tem maneiras impecáveis. Raramente usa palavras ásperas e nunca recorrerá a palavrões para se fazer ouvir. Tem as suas próprias técnicas. O coelho podia esconder-se debaixo desse casaco grosso de decência para dominar os seus opositores. As suas credenciais são geralmente impecáveis ou pelo menos muito boas.   O que existe de mais simpático, o coelho tem. Agora compreende porque é que o Bugs Bunny começa sempre com as suas cenouras em todas aqueles filmes animados?

Ás vezes o coelho pode aparecer um bocado lento ou excessivamente deliberado, mas isto é devido ao seu sentido nato de cuidado e descrição. Uma coisa é certa: lê sempre a cópia por mais simples que seja antes de assinar qualquer original. O coelho é conhecido pela sua capacidade de avaliar pessoas, situações e ganhar recursos à sua maneira.

O Coelho é muito compreensivo com os seus amigos:  bom colega de trabalho e bom amigo para partilhar histórias. É uma companhia relaxante. Tem muita energia para as coisas que gosta de fazer e pode  planejar o casamento de um amigo até ao último detalhe sem se cansar, mas sentindo-se magoado de alguma forma ou possuindo motivos, largará tudo de imediato sem olhar para trás. Essa é a parte filosófica do coelho.  O segredo é saber quando as suas baterias necessitam se recarregar, e ninguém tem um conhecimento melhor de cronometrar isto do que o coelho.

Quando todos se começarem a matar com arremessos loucos por ganância, o coelho sabe que o mundo estará ainda aqui amanhã. Assim, para quê a pressa? Por que é que você não se senta ? Provavelmente lhe oferecerá um chá agradável e ajudará  a esquecer de tudo que se passa lá fora.

Em qualquer situação, você pode sempre confiar no coelho para estar no controle. Observará o número da matrícula do carro, junto ao portão ou recordará que o ladrão usava calças pretas ou ténis brancos. E quando você estiver no arquivo da estação de polícia, ele recordará calmamente todos os detalhes e ajudará a responder a todas aquelas perguntas irritantes.

O coelho é quem sabe realmente viver. Não é um amante do desporto ou um disciplinado com olho atento. Não gosta de se sentir embaraçado em público. É perito na arte de não expor os seus sentimentos.

Não tenha nenhuma dúvida – ele faz anotações mentais dos seus erros e progride. É bem aceito por todos e popular. Uma vantagem desta filosofia é que o coelho faz poucos inimigos e assim raramente tem problemas. As pessoas respondem-lhe de forma generosa, deixando-o passar.

Ninguém tem uma orelha para emprestar mais simpática do que o coelho (exceto a cabra) se você precisar. Mas quando for um orador excelente e um ouvinte passivo, fará do papel um excelente conselheiro. É, sobretudo, um intelectual, um realista e pacifista. se você começar a tornar-se demasiado  incómodo, pode contar que ele sairá de forma rápida e graciosa da sua vida.

A senhora refinada do Coelho não pensará duas vezes em  casar com um bom milionário antiquado em vez de um homem considerável mas sem um tostão.  Esta vontade dá-lhe as vantagens e os luxos que exige como necessidades. O seu homem deve ser poderoso o bastante para a  proteger e suportar o seu estilo, deverá ser suficientemente sensível  para desaparecer quando a mulher coelho não quer ser perturbada.

Quando lhe é dada a escolha, o coelho votará por uma vida fácil e boa.
Quando gracioso com os amigos e colegas de trabalho, a pessoa do coelho pode ser um tanto distante da sua própria família ou simplesmente ser repelida pela rotina e por deveres domésticos. Podem não gostar de relações muito próximas.

O Sr. Coelho é um cavalheiro singular. Move-se com graça, encanto e gentileza, apesar do facto que quando dá os seus elogios, bebe também o seu melhor vinho. Sim, o coelho gravita para a nata da sociedade e o sabor do “dulce fare niente”.

No seu melhor, o coelho é admirado pela suavidade dos seus gestos e inteligência e é procurado pelos seus conselhos sensíveis. No seu pior, é demasiado imaginativo, sensível ou apenas indiferente. Evita o contato com o sofrimento ou com a miséria humana, como se fosse alguma doença altamente contagiosa.

O coelho não é  fácil de prender. Pode também tornar-se muito repressivo na sua predileção para o segredo e privacidade. Quando a pessoa do coelho se sente ameaçada, a sua subtil ninhada ou o antagonismo escondido poderiam ser expressados pelo uso de táticas subversivas. Joseph Stalin e Fidel Castro são exemplos destes coelhos.

Por todas as suas qualidades positivas, um nativo deste signo se avaliará como acima de todos os outros. Quando abusa demasiado, rejeitará qualquer coisa ou qualquer um que ouse alterar a calma da sua existência. A sua opinião é conhecida por ser flexível. A segurança podia ser uma obsessão dos tipos mais fracos deste signo; raramente se encontra um coelho nas áreas de risco elevado.

Este amor com aversão pelo conflito pode dar ao coelho uma reputação de fraco, oportunista e auto-indulgente. Ao contrário do dragão, o cão, o tigre, ou o galo,  todos apreciam uma luta ou discussão amorosa de vez em quando, e podem mesmo prosperar nela, o coelho não têm predisposição para o combate. Não nasceu para ser um guerreiro. Tem um funcionamento mais eficaz atrás das cenas. Não se preocupe com o bem estar do coelho. É ágil e sagaz ,está armado com um bom sentido para  manter-se fora de qualquer dano. Ao contrário de outros signos, que podem perseguir ideais elevados, o objetivo principal do coelho é simplesmente a auto-preservação.

O ano do coelho é reconhecido por trazer a paz ou ao menos um respeito pelo conflito ou  guerra. Do mesmo modo, o seu nativo fará tudo ao seu alcance para restaurar a harmonia ou sairá de cena.

A pessoa do coelho é hospitaleira e um anfitrião maravilhoso. Companhia agradável e meiga, tem sempre uma palavra boa para dar a todos. Mas não se deixe enganar por ele. Sabe mais do que dirá e você pode facilmente reconhece-lo pela sua “finesse”. Será o seu melhor  amigo desde  que não lhe peça demasiado.

O coelho é mais compatível com os nascidos no ano da cabra. Compartilharão do mesmos gostos assim como no campo do conforto material. Igualmente bem composto será um relacionamento com a pessoa do cão ou o nativo honesto do porco. O rato, o dragão, o macaco, o boi, a serpente e o coelho poderão ser as suas segundas escolhas. Mas não poderá tolerar a vaidade ou as criticas do galo, é pouco impressionável pela dramaticidade do tigre e não aprecia as maneiras  do cavalo.

Resumindo, o Hare pula simplesmente sobre obstáculos no seu trajeto e se recupera das calamidades de forma  notável. Não importa como é lançado, aterra sempre em pé.pode näo ser chegado à família mas fará todos os  esforços para fornecê-los com o melhor de tudo. O seu aspecto macio e vulnerável é protegido por uma armadura de sagacidade. Na vida, o coelho evitará  o conflito a todo o custo, a menos que, naturalmente, o afete directamente. se for o  caso, tomará as medidas apropriadas para proteger os  seus interesses.

Não há nenhuma luta interna no grande coração do coelho.ele acredita  na sua própria capacidade de sobreviver, confia em seu próprio julgamento e está em paz com ele mesmo. O seu signo é o mais apto para encontrar a felicidade e o contentamento.