Ontem um paciente me ofereceu um convite para o festival do sr.Medina…eu sorri e educadamente recusei.primeiro,por que as sextas estou exausto,devido a maratona de atendimentos durante a semana, as cinco horas diárias indo e voltando da minha residência até o consultório e näo estava com a mínima disposiçäo de enfrentar engarrafamentos,toda a bagunça e desorganizaçäo do evento e da prefeitura,que näo tiveram respeito e consideraçäo para com as pessoas,além da aglomeraçäo nada confortável de cem mil pessoas se espremendo para assistir atraçöes,na sua maioria,de qualidade duvidosa ;segundo,por que näo estava no clima de festa,atravessando o inferno astral e agora com a dor de cabeça que um pastor evangélico vem me causando,junto com a  filha  da minha namorada(ambas evangélicas),que sofreu uma lavagem cerebral,virou fanática  e que infernizam a cabeça da minha parceira dizendo que “ela vive em pecado,por está com um ímpio” e tentam afastá-la de mim por que näo sou crente,apesar de ser cristäo,erguendo a bandeira da intolerância,do preconceito e da segregaçäo religiosa.ímpio?ora,acho difícil encontrar um pastor que seja mais honesto e fervoroso do que eu…pode até existir,mas eu näo conheço!o verdadeiro cristäo acolhe,pratica caridade,é puro de coraçäo,faz o bem sem olhar a quem e acima de tudo,näo julga e perdoa,sempre.nessas horas,onde a gente é testado e as provaçöes ocorrem onde residem as nossas fraquezas, eu tenho que me lembrar muito,mas muito do senhor JESUS,de tudo que ele pregava e me lembrar que precisamos perdoar,oferecer a outra face,etc e tal para nao arrebentar a cara de um hipócrita,que me condena sem me conhecer,sem nunca ter me visto na vida, que se julga acima dos outros e usa  a palavra de DEUS para manipular as pessoas!por isso eu digo e repito:näo preciso frequentar igreja,nem ser ovelha de pastor para ser cristäo e seguidor de JESUS.enquanto o pastor usa o medo,a culpa do “Deus punitivo” como instrumentos para sugestionar a moça e separar o casal,no centro Cardecista Espírita Cristäo,eles oram para que haja harmonia e entendimento entre o casal e mesmo com suas diferenças,possam aprender um com o outro e ficarem em paz…é o DEUS que une,onde o amor vence e prevalesce.e se JESUS,REI dos REIS, grande LEÄO da tribo de Judah,diante de seu trono,opinasse sobre essa situaçäo,qual atitude ele entenderia como cristä,de acordo com a filosofia que  nos ensinou:a que auxilia ou a que desagrega?

Bem,me estendi sobre o tema,por que isso martelava na minha mente enquanto jantava sozinho no Leblon,depois de ter finalizado o último atendimento no consuultório….

…E dentro da conduçäo,indo pra casa,observava o pessoal com as camisetas do Rock in Rio e pensava como a mídia é maquiavélica,pois te induz de todas as formas a consumir o produto,independente da qualidade,do benefício ou do bem estar que podemos sentir ou nao.os valores säo invertidos sem que nos demos conta,ou seja:vc compra uma camiseta do Rock in Rio e está pagando para fazer propaganda de graça para o sr Medina….percebem?

Quando salto no meu ponto,em Vargem Grande,que fica em frente ao Néctar( Núcleo Ecológico de Cultura e Trabalho Alternativo Rural)Vislumbrei a fogueira acesa,o som rolando e na entrada, a faixa da melhor banda de rock,disparado,do Brasil:a Black Dog!  o show estava no início e quando me dei conta já estava lá dentro,de frente para o palco,com uma cerveja na mäo…os caras tocaram por quase tres horas,todos os hits do Led Zeppelin e Deep Purple com perfeiçäo.tocaram com prazer,com alegria,por que amam o que fazem,por que tem amor pela arte,por que a musica nao precisa ser um produto,por que nem todo mundo se vende,por que o dinheiro nao é tudo na vida e a essência do rock e de quem é da tribo do rock de verdade é assim:rock=pedra=rústico=essência.e o que era essencial pra mim era assistir a melhor banda,que toca rock de verdade,em tributo a melhor banda que já existiu(Led Zeppelin),na simplicidade alternativa do Néctar,com gente dançando em volta da fogueira,ingresso barato,cerveja barata,gente de paz,que nao estava ali para se agarrar, aparecer,arranjar confusäo ou por que foi induzido pela propaganda massificada  da tv…é gente que gosta de andar com os pés descalços,nao segue modismos,nao assiste novela,que uiva quando é lua cheia,que conhece música e vai para OUVIR o som,assistir o show e prestigiar a banda,que só parou de tocar por que a caixa da bateria furou e o baterista nao possuia outra pele para trocá-la…senäo a festa iria até o amanhecer.coisas do rock’n’roll….e foi assim que o Lobo reencontrou a velha e querida matilha do Black Dog.no final de outubro tem mais e  a gente se reencontra no mesmo bat-horário e mesmo bat-local. como disse um amigo:”somos lobos e näo poodles:somos águias e näo galinhas,mas viva a pluralidade!”

…E completaria a frase:VIVA AQUELES QUE  RESISTEM A MASSIFICAÇÄO,SEJA ELA ARTÍSTICA,COMPORTAMENTAL OU RELIGIOSA!

Miguel Costa

 

Anúncios