Conte-me, o que você vai ganhar neste Natal?
Há uma infinidade de belíssimos presentes que podemos ganhar!
Um iPhone, iPod, Ipad, uma Tv a led, talvez um daqueles potentes
mini carros ingleses, ou quem sabe um italiano? Ou até uma viagem
magnífica digna de príncipes!
Houve quatro vezes em que também pedi presentes ao Papai Noel.
Nas semanas antecedentes ao Natal dos meus cinco aos oito anos,
desenhava freneticamente o presente que queria ganhar, envelopava
e colocava carinhosamente o envelope debaixo da cama.
Quanta alegria, quanta esperança, quanta ansiedade naquelas noites!
Tempos depois, nas semanas que antecederam o Natal me levaram a
refletir Naquele que nasceu nos rincões de Belém.
Naquele cuja mãe grávida poderia andar sobre liteiras de ouro e mil
escravos à sua disposição como Cleópatra, mas optou por andar sobre
um jumento dentro do ventre da mãe.
Naquele que poderia nascer num palácio como o de Saddan Hussein,
mas preferiu uma caverna perdida no meio do deserto.
Naquele que poderia governar o mundo sentado num trono de ouro
cravejado de cristais como o de Muammar Kadhafi, mas preferiu sen-
tar numa pedra e conversar com as crianças.
Naquele que poderia ter todos os presentes do mundo, mas recebeu
apenas um pouco de ouro, simbolizando a dignidade de um Rei, um
pouco de incenso significando Sua Divindade e Mirra, resina medicinal
odorífera, anunciando a Sua Pureza e Seu Profetismo.
Foi chamado Jesus de Nazaré, mas ficou conhecido como Jesus Cristo.

[…]

Voltando aos dias vinte e cinco de dezembro dos meus cinco a oito anos,
lembro-me que ia cabisbaixo indagar ao meu avô porque Papai Noel não
trouxera meu presente e ele, sem olhar para mim pois estava por demais
ocupado preparando o café da manhã, respondia “Ora, você já ganhou
muitos presentes este ano!” “Que presentes???” pensava.
Certo Natal, a mesma cena se repetiu, mas vi pelo canto dos meus olhos
uma lágrima escorrendo pelas rugas do meu avô, nunca mais pedi nada
ao Papai Noel… eu tinha então, oito anos.
Não tonha percebido qtos presentes havia recebido do meu avô em todos
aqueles anos: consideração humana, amor aos animais e à natureza,
humildade, agradecimento por mais um dia de vida saudável, agradecimentos
aos antepassados, persistência, honra, dignidade, fé, devoção a Deus e uma
máxima budista adotado por George Lucas na série Guerra nas Estrelas, …
“Tikará Dashitê Kudassai!” Que a Força Esteja com Você!
Quanta sabedoria, quanta iluminação, quanta saudade daqueles tempos em
que ganhava os presentes de meu avô e, ao me deparar com os ensinamentos
de Jesus, O Cristo, descobrir que somos todos iguais perante Deus, e assim,
que a nossa passagem pela Terra não pode terminar num simples ponto final,
mas em reticências…
Mas agora, me conte… o que é mesmo que você vai ganhar neste Natal?

Yukio Haranaka – é massagista e acupunturista há 35 anos, professor em
MTC – Medicina Tradicional Chinesa, jornalista, palestrante e escritor.

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios