Ano
novo, vida nova! Depois da virada de mais um ano, existe algo diferente
no ar. Já diz o poeta: “Ainda bem que existem janeiros…”. Na mídia,
na rua, no trabalho é comum ouvir alguém dizer que neste ano vai comprar
uma casa, ou viajar para tal lugar, trocar de carro, ou simplesmente
que este ano vai ser diferente!

São sonhos e metas que se
entrelaçam e dão um novo ânimo para a vida. Algo interessante que
descobri nesses dias é a diferença que separa um sonho de uma meta.
Talvez até hoje você só tenha sonhado com o que gostaria de realizar na
vida, mas nunca tenha dado nem um passo concreto para realizar este
sonho, ou seja, está vivendo sem meta.

Segundo a psicóloga e
escritora Danielle Tavares – “Meta é um alvo definido. Um ponto certo
aonde se quer chegar. E pode-se aplicar este conceito nas diversas áreas
da vida: família, profissão, estudo, relacionamento afetivo e social,
economia, finanças pessoais, etc.”

Em clima de recomeço,
considero importante avaliar nossos reais objetivos e reconhecer quais
destes são metas. “Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho já
serve.”

Quando não buscamos concretamente o que queremos
ou sonhamos, acabamos “atirando para todos os lados” sem acertar o
alvo. Desse jeito pode-se chegar ao final sem ter o que comemorar, e
isso não é a vontade de Deus para nenhum de seus filhos, inclusive você.

Pergunto-lhe: Você sabe que rumo está dando para sua
vida com o trabalho que realiza agora? Tem buscado no dia a dia o que
realmente deseja alcançar? Se a resposta for negativa, provavelmente
você não esteja feliz, e é possível que sua vida esteja sem sentido. Daí
vem a pergunta: Mas e agora? O que fazer?

Acredito que neste e
em todos os casos, devemos sempre lembrar que nunca é tarde para
recomeçar. Independentemente da idade ou situação em que se esteja, com a
graça de Deus e força de vontade, tudo é possível. Sonhar e querer algo
é importante, mas isso não basta quando se trata de realização. É hora
de traçar metas e dar passos concretos.

Ouvi uma historinha, há
pouco tempo, que me ajudou a entender a diferença entre meta e sonho,
veja só: Havia cinco macacos no galho de uma árvore: dois deles
decidiram pular e pegar algumas bananas que estavam ali perto. Então vem
a pergunta: Quantos macacos permaneceram no galho? A resposta é
simples: os cinco animais continuaram no galho. Sabe por quê? Porque
decidiram pular, mas nenhum deles fez isso de fato.

Precisamos
começar bem o ano, para vivê-lo bem por inteiro. Acredito que definir as
prioridades e dar passos para chegar aonde se quer é um ótimo ponto de
partida. Disso vem a transformação de vida: a partir das atitudes e
preferências concretas do dia a dia. Claro que isso não se consegue de
uma hora para outra, empenho e perseverança são fundamentais. É também
uma questão de escolha e disciplina pessoal. O apóstolo Paulo, em uma de
suas cartas, diz: “Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado
segundo as regras” (II Timóteo 2 , 5).

Que o Senhor nos ensine a buscarmos do jeito certo as metas que queremos alcançar neste ano novo e sempre.

Feliz vida nova para você!

 

Anúncios