“Sobre o Ego Inferior”
(Rathal Zeh – Mensagem – 15.02.08)

“Saudações!

Vocês estão em um caminho de crescimento e aprimoramento. Tudo aquilo que vocês vivenciaram em suas existências, não só como coletividade, mas também em suas realidades pessoais, são experiências que lhes serviram para o aprendizado de sua alma. Chegaram até aqui por meio de muitos esforços, muitas vezes enfrentando conflitos internos e/ou externos, mais um passo no processo da expansão da sua consciência.
Vocês começam a perceber que o mundo de sofrimento não é bom. E seus Seres já não se satisfazem mais com essas experiências. Querem algo diferente. querem uma vida mais tranquila, saudável e feliz.
Como já lhes dissemos antes, vocês são Deuses criadores! Há muita energia Divina em vocês e essa energia criadora necessita ser relacionada para que passem a criar o mundo que desejam. Sua energia criadora criadora segue exatamente aquilo a que seu pensamento a direciona.
Sim, amigos, por mais difícil que seja aceitar essa ideia, temos de lhes dizer que vocês criaram um mundo de sofrimento, baseado no medo, na culpa e no pecado. Por uma questão de escolha coletiva, optaram por crenças, valores e pensamentos que os levaram a criar o mundo que hoje vocês estão vendo. Pelos padrões Divinos vocês criaram errado, como já dissemos.
Porém, isso não precisa ser assim, nunca precisou ser assim. E estamos aqui para lhes dizer que há outra alternativa. Estamos aqui para lhes dizer que vocês foram criados para manifestar e Perfeição, e isso implica felicidade plena.
Seus seres estão escolhendo outra realidade e, por causa dessa nova escolha, novos conhecimentos estão sendo colocados à Luz das informações para que possam entender: se vocês puderam criar algo ruim, também poderão criar algo bom. Criaram algo que não querem mais, poderão desmantelar essa mesma criação e construir algo diferente.
Um dos maiores desafios que hoje a humanidade enfrenta é transpor o ego inferior. Ele foi criado por vocês mesmos no exato momento em que optaram por se desconectarem da Divindade interna. Assim vocês escolheram e passaram a acreditar que a parte de vocês que cria é o ego. Passaram a criar com o ego.
E como o ego cria? O que é o ego? O ego trouxe-lhes a ideia de pecado. O ego trouxe-lhes a ideia de culpa. O ego trouxe-lhes a ideia de medo. O seu ego trouxe-lhes a ideia que estão sós. O ego trouxe-lhes a ideia da dualidade: o bem versus o mal.
O ego coloca-os diante de competições e comparações, deixando-os com a sensação de que são separados uns dos outros. Sentir-se separados uns dos outros e da sua própria divindade os colocou na ideia de que o outro é seu inimigo, que pode feri-lo a qualquer momento. Finalmente, o ego criou-lhes todo tipo de transtornos e confusões.
Porém, eu lhes digo que na realidade das dimensões superiores isso não acontece assim.
Percebam que foram vocês que criaram o mundo ao seu redor e o estão criando com seus egos! Assumam suas responsabilidades (A responsabilidade à qual Rathal Zeh se refere não é no sentido de obrigatoriedade. Quer dizer, uma pessoa responsável não pode culpar as circunstâncias em que se encontra. Responsabilidade deve ser o produto de uma escolha consciente.), não com sentimento de culpa, mas com um sentimento de poder em um processo de mudança.
Percebam que vocês mantêm o ego vivo com suas atitudes e pensamentos, dando-lhe força e apegando-se a ele como se fosse a única realidade possível.
Pensem: vocês não são o ego. Vocês são a Divindade vivenciando uma experiência na matéria.
Para atingir deus e utilizar corretamente seu Poder Criador, há que se colocar acima do ego e da dualidade. Há que saber que vocês estão no comando e iniciar a jornada para desmantelar a realidade que não querem mais.
Há que saber que a responsabilidade sobre o mundo externo se encontra apenas dentro de você. Os governos, as instituições, a sua família, a sua escola… não são responsáveis pela realidade que você mesmo criou!
Então, vocês me dizem: ‘Querido Amigo, eu não criei a guerra’.
Eu lhes digo: você criou a guerra quando deixou de sentir a paz dentro do seu coração e da sua mente e a mantém viva enquanto não buscar a sua própria paz interna. O mundo estará em paz quando todos os seres humanos se sentirem em paz consigo mesmos.
Percebam que a realidade externa manifesta aquilo que vocês têm em seu interior, e o caminho para a mudança real começa dentro de vocês e não fora.
Portanto, o trabalho a realizar é sempre interno. E esse trabalho consiste em substituir o ego pelo amor puro que está sempre à sua disposição.
Devemos sempre repetir para que entendam que, para o Divino, tudo é perfeito. E as escolhas que devem fazer se resumem em apenas uma: escolher entre o Divino e o ego.
Amados amigos, empenhem-se em diminuir a força de seus egos, pois ele bloqueia e atrapalha seu caminho.
Empenhem-se em estar longe da culpa, do medo e do pecado, pois vocês não são Seres pecadores como lhes fizeram acreditar.
Digo-lhes: não há pecado. Este é um Universo de inúmeras possibilidades, onde certo e errado não existem.
O que existe apenas é o Perfeito.

Em Luz os abençoo, Rathal-Zeh – Povo Azul – Constelação de Órion.”
ps.: Texto extraído do livro: “2012 A Era de Ouro, Olhos Eternos”, autores: C. Torres e S. Zanquim/canalização Tania Resende; Ed. Madras.

 

 

 

Anúncios