Às vezes ser humano precisa chegar a uma condição limite para se dar conta que é responsável pela difícil situação do meio ambiente.

Se hoje vivemos um profundo desequilíbrio ecológico, com tantas conseqüências desagradáveis é porque não estivemos atentos à nossa participação no processo.

Quem adquire Consciência, já compreendeu que cada um deve colaborar fazendo a sua parte, respeitando a natureza e os outros seres humanos.

Contudo alguns ainda não se deram conta da gravidade de nossa situação.

Por mais que obtenham informações, não mudam o hábito e continuam agindo de uma forma equivocada.

Algo parecido também acontece nos relacionamentos…

Muita gente não percebe que suas palavras e atitudes podem poluir, podem ferir, provocando um verdadeiro caos.

Por isso, é fundamental que se preste atenção na forma como nos comunicamos.

Diante dos sentimentos de raiva ou quando tivermos vontade de criticar, vale a pena pensar bem antes de despejar nosso mau humor em cima dos outros.

Há quem manipule o tempo todo as informações, torcendo os fatos e omitindo o que não for de seu interesse.

E isso só será transformado quando aprendermos a ser mais honestos e tivermos a capacidade de entender quanto lixo emocional ainda carregamos.

Qualquer casa precisa de faxinas periódica, caso contrário ficará suja e desarrumada.

E as relações não são diferentes…

Não é possível que um relacionamento tenha saúde se não passa por uma limpeza constante.

É necessário se aperceber o que serve ou não para os dois e com sensibilidade dizer o que sente sem que isto signifique desrespeito.

Se não tivermos disposição para uma comunicação transparente e cuidadosa não existe a possibilidade de viver feliz com alguém.
O que temos chamado de civilização nos levou a uma ênfase do egoísmo e não iremos nos realizar desta forma.

Por isso, se desejamos transformar as circunstâncias e participar de relacionamentos mais leves e saudáveis, devemos começar nossas mudanças evitando jogar o próprio lixo emocional sobre os outros… 

Anúncios